Eliete Pereira de Mendonça, 48 anos,  homologava rescisões no Sindicato dos Jornalistas do Município de Rio de Janeiro. Recentemente teve de fazer a sua. Foi demitida em meados deste ano e está buscando qualificação para obter um novo emprego.

Seu drama é o mesmo de outros 22.442 funcionários de sindicatos que perderam o emprego no Brasil entre janeiro e setembro deste ano, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Essas foram as demissões de pessoas com carteira assinada em atividades de organizações sindicais.